Uma passagem rápida por coisas importantes
comentar
publicado por Mimosa, em 10.10.03 às 11:22link do post | favorito

Ao consultar o diário local, ( aqui da “vila” ), e a pretexto de conhecer um amigo do jornalista, deparei-me com mais uma notícia ...daquelas!
 
 Coimbra, mais uma vez antecipou-se às outras cidades, e vão então construir o primeiro “Parque Nómada”. É de visionários!
 
 Os factos são estes ( o jornalista não os sublinha, mas muitos deles estão implícitos ):
 
 - As construções vão ser obviamente miseráveis, sem dignidade nenhuma – “(..) tudo de tipo pré-fabricado”;
 - “(...) A obra foi ontem adjudicada, por cerca de 700 mil euros, e tem um prazo de execução de 70 dias”. - Ou seja, 7 T3 e 4 T2 por 140 mil contos – média de 140 contos ( média de 100 m2 por fogo, aproximadamente ) por metro quadrado em construção pré-fabricada! O que quer dizer, que seria mais rentável construir num outro tipo de construção, dita normal, visto que se encontra dentro dos 100 contos/m2;
 - Era importante acabar antes do Natal! Mas porquê? Eles preferem concerteza, passar o Natal onde lhes apetecer, do que, debaixo de casas feitas à "não nómada"!
 - “Posteriormente, à medida que 51 membros desta família de etnia cigana forem reinstalados em casas do miolo urbano de Coimbra, os pré-fabricados passarão a servir de alojamento temporário a outros, que venham à cidade para visitar pessoas aos hospitais, à penitenciária, etc.” – Confrontando a ironia do jornalista, realço ( estupidamente! ) a perspicácia dos governantes portugueses! Como não “deveriam” ali “deixar” um elefante branco, e à medida que irão tentar integrar esta comunidade, dentro do miolo urbano ( não sei se referem à alta e à baixa de Coimbra, que se encontram em iminente estado de colapso! ), outros ciganos poderão ocupar as vagas! É lamentável...
 
 Resumindo, concluo que, uma das prioridades deste município será o de "tratar" um espaço de elevada importância para a cidade.Correcto! ( bem como – espero! - , um tal de parque de campismo, do qual já possuem projecto e terreno há quase 3 anos! )
 E que, para evitar conflitos com esta comunidade, criam um parque...de nómadas! O discurso de inauguração ( aquele que não vão dizer! ) será:
 
 “Ciganada, agora já têm um relvado para pastarem! Espaço com' ó caraças, para os vossos filhos brincarem com o lixo que nós deitamos fora! Têm casas pré-fabricadas, que são bem melhores que as barracas e algumas roulotes de segunda! Podem lá dentro fazer as vossas leis, terem animais...até vão ter água e electricidade! Se calhar até esgotos...
 Ah, e um dia destes vêm lá para a cidade viver com, e como pessoas!”
 
 Será que esta é a única forma? O resto...do paleio sobre as crianças na escola, da inserção social, de programas de controle de tráfico de droga, segurança, etc. é tudo poeira para estas pessoas ( recuso-me a chamar-lhes de nómadas )!
 
 Já estou a ver o “filme”...filas enormes a comprar bilhete, para o maior parque de diversão de Coimbra, onde se poderá encontrar droga, armas e outro tipo de “excentricidades” não disponíveis nos “habituais” parques. Não percam!
 
 Tratem-nas como “gente”, ou então, obriguem-nas a pagar impostos, rendas, constribuições autárquicas, como as outras a quem consideram gente! Eu não quero as casas deles...quero que as tratem como seres humanos!
 
 Mas estes gajos andam a gozar com esta merda, ou anda tudo doido?


mais sobre mim
Outubro 2003
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30


Deixando a sua visão:
arquivos
2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

pesquisar
 
blogs SAPO