Uma passagem rápida por coisas importantes
comentar
publicado por Mimosa, em 27.10.03 às 11:47link do post | favorito

Enquanto almoçava, e apesar de estar a uns bons metros da TV, consegui distinguir através do rodapé das Notícias da TVI ( que teve agora, a excelente ideia – inovadora - da escrita com CAPSLOCK a vermelho – permitindo-nos desta forma, “visualisar” melhor que a D. AMÉLIA PERDEU O CÃO, ou ESTUDANTE UNIVERSITÁRIO NÃO TEM DINHEIRO PARA PROPINAS, ou mesmo RAPARIGA JOVEM QUER SER RAPAZ ) que:
 
 AS PROSTITUTAS PODEM PASSAR RECIBO!
 
 Como antes referi, não ouvi “puto” da notícia...mas enquanto comia uns rojões ( pedi com batatas fritas...as cozidas dão-me sono! ), comecei por pensar que decerto a notícia estaria mal escrita. Das duas uma:
 
 AS PROSTITUTAS TÊM QUE PASSAR RECIBO!
 
 Ou então, alguma coisa do tipo:
 GOVERNO CRIA NOVO ENQUADRAMENTO LEGAL DA PROFISSÃO DE PROSTITUTA!
 
 Acho que a segunda hipótese, daria pano para mangas, para além de não ser possível passar esta notícia em rodapé, sem ser numa televisão de grande formato. Lá no tasco, onde almoço só tem 45 cm...
 
 Podem...passar recibo? Ou têm que?
 Estamos numa recessão tão grande que, para conseguirmos estar enquadrados no valor mínimo macro-económico proposto pela União Europeia ( para o qual a França e a Alemanha, se estão a cagar! ), temos que pôr as prostitutas a passarem recibo! Ou seja, depois de a nossa Ministra ter feito os seus cálculos, percebeu que seria mais rentável, que privatizar uma das duas empresas que o estado ainda possui! Meus amigos...As prostitutas são o coelho da cartola da Srª Ministra!
 Nem me pronuncio, sobre a questão e a pertinência de tal medida, porque como todos sabemos, as prostitutas estão nas paragens das auto-estradas, estradas nacionais e regionais ( para além de outros pontos estratégicos ) a fazer “pressão”... para que um dia, possam estar enquadradas no nosso excelente sistema fiscal! É por uma questão de reinvindicância e sindicância...não por outros motivos!
 Aliás, acho que esta medida era uma das prioridades deste governo, logo a seguir à da Educação ( salvo erro, era a 104ª na lista... ).
 
 Permito-me no entanto, colocar algumas questões: Vão enquadrar-se em que sistema? Trabalhadores independentes? Se tiverem chulos, serão trabalhadoras por conta própria? Fazem contratos de prestação de serviço? Têm regime de exclusividade? Podem acumular serviços?
 E irão descontar para o IRS e Segurança Social? Pagam IVA? Que material é que podem descontar na sua actividade ? Carrinhas de caixa aberta, ou ligeiros de 2 lugares? Preservativos? Mantas e cobertores?
 E depois poderemos nós, apresentar esses recibos como despesas lá na empresa?
 
 
 Estou mesmo a ver o filme...para além da famosa cadeira-lata-de-tinta – que serve de banco -, teremos junto às nossas estradas uma mesinha e um carimbo, para que, depois do serviço prestado, possam satisfazer o cliente com eficiência, limpeza e rapidez. Desta forma, evitam passar recibos em cima da manta, ou do joelho...conforme a posição!
 
 -Meu senhor..."desculpes-mes", mas em vez dos 50 EUROS,é 60! É que tem "IVAS"!
 
 *Este título, foi retirado de um comment do Menir!


mais sobre mim
Outubro 2003
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30


Deixando a sua visão:
arquivos
2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

pesquisar
 
blogs SAPO